Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom, estou novamente como presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU,bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselheiro municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência,e AGORA ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE(Passei a emoção é inexplicável)!

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Pesquisa inovadora! Com chip no cérebro, tetraplégico ergue copo pela 1ª vez em 10 anos




James Gallagher Editor de Saúde da BBC News



Teaplégico levanta copo com braço robótico controlado por chip no cérebro
Pesquisa inovadora se concentrou em parte do cérebro que controla decisões, e não movimentos.


Um homem conseguiu controlar um braço robótico por meio de um chip implantado em seu cérebro.
O chip permitiu que Erik Sorto, da Califórnia, bebesse um gole de uma bebida, sem ajuda, pela primeira vez em dez anos.
Os detalhes, publicados na revista científica Science, revelam como sinais elétricos complexos de seu cérebro puderam ser interpretados em comandos para o braço.

 Controle da mente
Dois pequenos sensores foram implantados em seu cérebro para monitorar a atividade de cerca de cem neurônios.


Tentativas anteriores de robótica controladas pelo cérebro haviam se concentrado no córtex motor - a região responsável pela ação individual dos músculos.
Mas a equipe americana implantou o chip no córtex parietal posterior - a parte do cérebro que cuida da intenção inicial.
É a diferença entre decidir pegar uma caneca e enviar a mensagem para a sua mão se mover em direção a ela.
A equipe espera que essa abordagem seja mais intuitiva.
"A primeira vez que experimentou o braço robótico, ele conseguiu repetir o gesto de um estudante que estendeu a mão para cumprimentá-lo, como se estivessem apertando as mãos. Para ele, foi uma grande emoção", disse um dos pesquisadores, Richard Andersen, da Caltech.


Com treinamento, ele melhorou o controle até poder levantar o copo levando-o até sua boca e também controlar o cursor em uma tela de computador.
"Brinquei com os caras que eu queria beber cerveja sozinho, para poder fazê-lo no meu próprio ritmo quando quiser tomar um gole da minha cerveja e não ter que pedir a alguém para me dar", disse Sorto.
"Eu realmente sinto falta dessa independência. Acho que se eu fosse seguro, eu gostaria me de arrumar sozinho - fazer a barba, escovar meus dentes. Isso seria fantástico."

Progresso
Pesquisas sobre aproveitar um cérebro saudável para superar as deficiência de um corpo danificado estão avançando rapidamente, principalmente nos Estados Unidos.
Cathy Hutchinson usou um braço robótico para se servir um drink pela primeira vez desde um derrame há 15 anos.
Jan Scheuermann foi capaz de segurar e mover diversos objetos com precisão, como com um braço normal.
Mas os avanços ainda estão restritos aos laboratórios.


O procedimento requer um implante com fios que saem do cérebro, o que pode representar risco de infecção.
Cientistas também querem monitorar ainda mais células para melhorar o controle.
Em um comentário sobre a pesquisa, os pesquisadores Andrew Pruszynski e Jorn Diedrichsen afirmaram: "Os resultados representam mais um passo em direção a fazer o cérebro controlar um membro robótico uma realidade."
"Mas, apesar dos passos impressionantes dados nos últimos 15 anos, essas próteses ligadas a neurônios ainda têm um caminho significativo a percorrer antes de intervenções terapêuticas práticas."



domingo, 17 de maio de 2015

Ex-goleiro do São Paulo que ficou tetraplégico se torna velejador paraolímpico


Chegou as categorias de base do São Paulo Futebol Clube ainda bem jovem, em 1998, sendo considerado uma das grandes promessas para o futebol brasileiro no futuro. O jovem goleiro foi convocado diversas vezes para as categorias de base da Seleção Brasileira, inclusive participando da conquista da Copa do Mundo de Futebol Sub-17 em 2003. Tudo isso antes mesmo de se tornar profissional, o que aconteceu em 2005, no próprio São Paulo. Neste ano o jogador foi ainda convocado para o Copa do Mundo de Futebol Sub-20. Em 2006 Bruno era o terceiro goleiro do São Paulo, e muitos já o consideravam o substituto de Rogério Ceni nos próximos anos.



Em 11 de Agosto de 2006, Bruno sofreu um acidente automobilístico enquanto dirigia um veículo na Rodovia Régis Bittencourt. Além dele, estavam no carro o quarto goleiro do São Paulo, Weverson Eron Maldonado Saffiotti, e as jogadoras de Vôlei do Finasa/Osasco Natália Lani Sena Manfrim, Paula Carbonari Gomes do Monte e Clarice Benício Peixoto. O acidente, no qual não se sabe a causa, acabou resultando na morte de Weverson e de Natália, e Bruno acabou tendo um gravíssimo deslocamento na coluna, lhe deixando tetraplégico, acabando precocemente assim com a sua carreira.


Desde 2009, Bruno veleja duas vezes por semana no clube da Associação dos Servidores do Banco Central (ASBAC), localizado na represa de Guarapiranga, Região Metropolitana de São Paulo.



Acompanhado do pai Luiz, Bruno procurou o ASBAC e a primeira vez deu aos integrantes do clube a quase certeza de que não haveria outra. O dia estava feio, a chuva batia contra seu corpo e a ausência de movimento de tronco tornava necessária a presença de alguém que servisse como suporte no barco adaptado. Bruno precisa da ajuda de equipe e pai quando sai da cadeira de rodas para o barco. Lá dentro, é o capitão. O timoneiro. É ele quem decide os rumos do novo veículo de trabalho.

Em Julho de 2011, conquistou no Mundial, que reuniu os melhores velejadores com deficiência do mundo, em Weymouth, na Inglaterra a inédita vaga para Londres 2012 na classe Skud 18.


Menino fica cego ao tentar salvar amigo de acidente em jogo de futsal

 Do G1 PR

Garoto impediu que trave caísse em cima de amigo durante o jogo, no PR.
Menino terá que viajar para a Tailândia para fazer tratamento especial.              

Um menino de 13 anos que perdeu a visão ao se envolver em um acidente durante um jogo de futsal em uma escola de Guarapuava, na região central do Paraná, tenta superar as dificuldades do dia a dia. "Nós estávamos jogando e eu chutei a bola no travessão. A trave balançou e ia cair em cima do goleiro. Daí eu empurrei o goleiro e sobrou pra mim", explica Vinicius Bail dos Santos sobre como aconteceu o acidente, em 2014.

Depois do acidente, o menino ficou internado durante um mês – a maior parte deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Além de perder a visão, Vinicius também perdeu o movimento das pernas. Depois de várias sessões de fisioterapia, ele conseguiu andar novamente. "São estimulados todos os treinos de força muscular tanto em pé como sentado", explica a fisioterapeuta Simone Dallagnol.
Aos poucos, com a ajuda dos médicos e da família, o garoto está superando as dificuldades, mas ainda não há previsão para que ele possa voltar a enxergar. Por causa disso, a família busca ajuda para fazer um tratamento com células-tronco que é oferecido na Tailândia.
"A nossa maior dor ainda é o nosso filho não enxergar. A nossa luta é essa. Vamos fazer o possível até onde a gente conseguir com as nossas forças e dos amigos", relata a mãe Solange Bail. O tratamento não é oferecido no Brasil porque, de acordo com o Conselho Regional de Medicina, não há estudo cientícos para tal procedimento.

sábado, 16 de maio de 2015

O importante é vc entender vc mesmo

Ñ tenha medo de errar, se quer falar e acha q tá certo,fale...
Se vc quer escrever e acha q tá certo, escreva...
Se quer amar e acha q vai ser amado,ame...
O importante é vc entender vc mesmo... O q ñ mata fortalece já disse o grande poeta-Fernando Pessoa! Entendo as correções,erros e frustração como VIDA e nunca como MORTE!
Ñ tenha medo das correções,erros e frustrações...Se tiver vai paralisar vc.

Por Fernando Acessibilidade, editor do blog

Projeto estabelece regime especial de aposentadoria aos deficientes

Durante sessão ordinária, foi lido o projeto de lei que regulamenta a aposentadoria para os servidores com deficiência, estabelecendo novas regras para a consecução do benefício indicando para um regime especial, tendo em vista que a maioria dos trabalhadores só pode impetrar o processo após 30 anos de contribuição.

Agora, a proposição segue para análise na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde será avaliada a sua legitimidade, neste âmbito, o proponente da matéria, o deputado Aluísio Martins (PT), pediu o apoio dos parlamentares e defendeu a aprovação.

“Em relação aos servidores com deficiência é um regime próprio, logo não se pode aceitar o regime geral da Previdência Social, e já existe uma lei federal que trata acerca do empregado particular, o servidor público é diferente, buscamos basicamente reduzir o tempo de contribuição, por exemplo, o empregador de forma geral são 35 anos, a pessoa com deficiência passa para 25 e isso vai sendo escalonado de acordo com o grau de deficiência, o tipo, então o objetivo maior é justamente fazer com que a pessoa com deficiência tenha um tempo diferenciado de contribuição”, explicou em entrevista ao Jornal Meio Norte.

O parlamentar relatou que o tratamento deve ser diferenciado, embasando-se em estudos e pesquisas que comprovam a necessidade do ajuste no processo da aposentadoria para esses servidores, indicando ainda que a matéria não deve encontrar dificuldades para ser aprovada na Casa Legislativa.

“Ele trata de estudos que já foram feitos por especialistas, esse projeto em alguns Estados já existe também, no âmbito federal está tramitando um projeto parecido, mas em relação ao servidor público federal, então quero dizer que se trata de um projeto que não tem só embasamento jurídico, mas científica, é razoável”, complementou.


Fonte: Meio norte e Pessoa com Deficiência

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Pessoas com deficiência comemoram Passe Livre Cultura

Todas as pessoas com deficiência, com renda per capta familiar de até um salário mínimo, agora têm o direito de acesso gratuito a shows e eventos culturais e esportivos no Piauí por meio do Passe Livre Cultura. Nesta sexta-feira (08), foi realizado, no auditório do CEIR, o seminário para capacitação dos agentes que irão auxiliar no cumprimento da lei e no acesso das PCDs aos benefícios nos municípios.

O evento foi promovido pela Secretaria para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), entidade responsável pela emissão do Passe Livre Cultura. O secretário da Seid, Mauro Eduardo, informou que praticamente todos os municípios enviaram representantes ao evento. “Isso é muito importante porque observamos o interesse das prefeituras em levar esse benefício à sua população”, comentou.

O presidente da Associação dos Cadeirantes de Teresina (Ascante), Wilson Gomes, declarou que as pessoas com deficiência comemoraram a nova lei. “É mais um incentivo para que as pessoas com deficiência possam ir até esses eventos e tenham mais acesso ao lazer, principalmente as que tem pouca renda”, comenta.

O Passe Livre Cultura é uma lei de autoria da deputada estadual Rejane Dias, sancionada e regulamentada este ano pelo governador Wellington Dias. O benefício garante o acesso a eventos para pessoas com deficiência com renda per capta familiar de até um salário mínimo.

Durante o evento, o secretário Mauro Eduardo explicou como os agentes municipais devem fazer para conceder o Passe Livre Cultura em seus municípios e cobrar seu cumprimento.

Passe Livre Cultura

O que é:

Lei de autoria da deputada estadual Rejane Dias que garante acesso a eventos esportivos e culturais (como jogos, shows, cinema e teatro) para pessoas com deficiência com renda per capta familiar de até um salário mínimo.

Como solicitar:

Em Teresina, na Secretaria da Assistência Social (SASC).
No interior, nos CRAS ou nas Secretarias Municipais de Assistência Social.
Todas as carteiras serão emitidas pela SEID. Quem já possui o passe livre intermunicipal não precisa passar pela triagem, se dirigindo diretamente à SEID pedir a emissão.

Acesso:

A partir da divulgação a Pessoa com Deficiência pode ir ao local de venda solicitar o ingresso até 24h antes do evento. Nos cinemas, até uma hora de antecedência.

Serão destinados 2% da capacidade do evento para PCDs – regulamentado pelo decreto federal 5294/94

Penalidades:

Advertência, multas e interdição do estabelecimento.
Fonte: Governo doEstado do Piauí

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Suspeito de agredir deficiente em farmácia é lutador de MMA; vídeo


DO G1 
O suspeito de agredir o deficiente mental Daniel Ribeiro, de 32 anos, dentro de uma farmácia em São Vicente, no litoral de São Paulo, afirmou, em depoimento à polícia, que é lutador de MMA. A vítima permanece internada com uma fratura no nariz, ainda sem previsão de alta.
No vídeo, Marcos Sérgio Lopes aparece dando um soco no rosto de Ribeiro, que cai desacordado. Em seguida, o agressor, que chegou a ser detido mas liberado em seguida, tenta agredir o amigo do deficiente, que foge até a chegada de funcionários da farmácia.


O caso aconteceu na tarde da última quinta-feira (7) e foi registrado pelas câmeras de monitoramento do estabelecimento.
Segundo testemunhas, Ribeiro avisou ao rapaz que estava à sua frente na fila que dois balcões para pagamento tinham sido liberados. Em seguida, o homem dá um soco no rosto do jovem.
Instantes depois da agressão, Marcos Sérgio Lopes fugiu, mas foi localizado por agentes da Guarda Municipal em uma rua próxima à farmácia e levado até o Distrito Policial Sede do município. Além de revelar aos policiais que é lutador, Ribeiro disse que agrediu o rapaz pois ele teria passado sua vez.
Internado
Após a agressão, Daniel Ribeiro ficou desacordado e foi atendido no Hospital de São Vicente. No sábado (9), ele voltou a ser internado na Santa Casa de Misericórdia de Santos e foi diagnosticado com uma fratura no nariz.

VEJA VÍDEO