Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA e Secretário do DA-Diretório Acadêmico do curso de Economia-UFPE,CAA

Tradução

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Banco do Brasil reduz os juros para Pessoas com Deficiência

Foram reduzidas as taxas de juros praticadas no BB Crédito Acessibilidade, linha de crédito do Banco do Brasil destinada ao financiamento de bens e serviços de tecnologia para deficientes. As taxas passaram de 0,57% ao mês para 0,41% (de 7% para 5% ao ano) ao mês para clientes com renda de até cinco salários mínimos, e de 0,64% ao mês para 0,45% ao mês (de 8% para 5,5% ao ano) para clientes com renda entre cinco e dez salários mínimos.

Para efeito de comparação, as taxas das linhas de crédito pessoal, segundo informações do Banco Central, variam entre 3,06% a 4,80% ao mês -ou 43,51% e 75,91% ao ano -, entre os bancos grandes (dados referentes a setembro de 2013).

Até 100% do valor do bem ou serviço pode ser financiado e o limite do empréstimo é de 30 mil reais por pessoa. As parcelas são debitadas da conta corrente do cliente, que pode quitar o empréstimo em prazos que variam de 4 a 60 meses, sendo que a primeira prestação pode ser paga em até 59 dias.

O banco ressalta que o empréstimo é feito tanto para clientes que queiram comprar os equipamentos para uso próprio, quanto para correntistas que queiram comprar os bens para outra pessoa.

Em 2013, os empréstimos da modalidade totalizaram 65 milhões de reais (crescimento de mais de 300% em relação a 2012), que foram destinados a mais de 14 mil clientes.

O Banco do Brasil passou a disponibilizar o BB Crédito Acessibilidade em fevereiro de 2012, depois que o Governo Federal lançou o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Viver Sem Limite, em novembro de 2011.

Podem ser financiados pelo BB Crédito Acessibilidade: cadeiras de rodas, serviços de adaptação de veículos, órteses, próteses, dentre outros.


Mais informações sobre como contratar o crédito e a lista completa de produtos financiáveis pode ser consultada no site do BB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário