Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Acessibilidade é foco de capacitação na Fundarpe

Da SEAD

O auditório do Espaço Pasárgada, no bairro da Boa Vista, ficou lotado de formadores de produtores culturais da Fundarpe (Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco), na última sexta-feira (17/01), para o 1º Ciclo de Capacitação do Funcultura.

A equipe da SEAD (Superintendência de Apoio à Pessoa com Deficiência) foi convidada para abrir a capacitação. A demanda é um reflexo da novidade trazida no Edital Independente do Funcultura 2013/2014 que atribui pontuação diferenciada para projetos que incluam itens de acessibilidade, seja oferecendo estruturas físicas acessíveis (rampas, lugar para cadeiras de rodas, corrimãos...) ou instrumentos de acessibilidade comunicacional, tais como LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), audiodescrição e Braille.

Orientações básicas sobre acessibilidade estrutural e comunicacional, incluindo a terminologia adequada em relação a pessoa com deficiência, foram o foco da palestra ministrada pela equipe da SEAD.

Além disso, foi distribuído entre os participantes material produzido pela SEAD, contendo informações técnicas sobre acessibilidade e sobre a superintendência. Para ajudar na localização de profissionais que trabalham com equipamentos de acessibilidade, a SEAD também disponibilizou um banco de dados com os contatos.

A capacitação dos formadores de produtores culturais terá 46 ações, abrangendo o interior do estado. A ideia é que estes formadores seja multiplicadores das informações, de modo que os produtores culturais possam aplicar os novos conhecimentos na concepção dos seus projetos.


“As informações trazidas pela equipe da SEAD foram muito importantes, contemplaram todos os aspectos da acessibilidade com o nosso foco que são as produções culturais. Um importante facilitador foram as referências normativas que foram apresentadas”, avaliou o assessor da Diretoria de Formação Cultural / Secretaria de Cultura, Denizá Rodrigues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário