Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA

segunda-feira, 31 de março de 2014

E-book gratuito orienta professores de alunos com deficiência visual


“Saberes docentes para a inclusão do aluno com deficiência visual em aulas de Física” é produto de um estudo de pós-doutorado de Eder Pires de Camargo, professor da Unesp de Ilha Solteira. Supervisionado pelo professor Roberto Nardi, da Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Bauru o estudo vai contribuir com o aprimoramento de docentes que lidam com alunos que têm deficiência visual.

A inclusão de alunos com deficiência no ambiente escolar é um tema que requer ser pesquisado para que práticas educacionais adequadas à nova realidade sejam propostas. Isto porque, muitos alunos com deficiência passaram a frequentar o ambiente escolar sem que alguns comportamentos tenham sido analisados e revistos.

Na publicação que conta com o apoio da Fapesp, foram analisados contextos comunicacionais, adequados ou não, para processos de ensino e aprendizagem de física, onde estavam inseridos alunos com e sem deficiência visual.

Eder Pires de Camargo  analisou os conhecimentos que professores do ensino médio devem ter para promover a inclusão de alunos com deficiência visual em atividades educacionais. O docente toma como  exemplo a experiência obtida durante os cursos de licenciatura onde futuros docentes da disciplina de graduação Prática de Ensino propõem, implementam e avaliam novas práticas de ensino para turmas mistas.

A análise mostra que muitos conceitos físicos não dependem da visão para serem compreendidos e indica ainda, os que necessariamente carecem da percepção visual para completo entendimento.

A publicação aponta uma série de conhecimentos inerentes dos conceitos e fenômenos físicos e da deficiência visual que se fazem necessários para que alunos cegos ou com baixa visão participem, de forma efetiva, das aulas de física e propõe atividades desenvolvidas pelos futuros professores.


Para fazer o download gratuito do livro clique aqui. A publicação também pode ser adquirida na versão impressa.

 Fonte: Catraca Livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário