Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA

segunda-feira, 31 de março de 2014

Mulher de Schumacher gasta R$ 37 milhões em reforma para levá-lo para casa


A mulher do ex-piloto alemão Michael Schumacher começou a preparar sua casa para que ele possa deixar o hospital – mas não é porque ele está se recuperando. Corina Schumacher (45) gastou 10 milhões de libras, o que equivale a R$ 37,6 milhões, segundo os tabloides britânicos, para construir um quarto com toda a aparelhagem que o ídolo precisa para sobreviver.

Os médicos indicam que Schumacher dificilmente deixará o estado de coma induzido a que ele foi submetido. Essa foi, então, a solução encontrada por Corina para mantê-lo perto da família, na mansão do casal no Lago de Genebra na Suíça.

Os familiares do ex-piloto têm percorrido, todos os dias, 240 quilômetros de sua casa na Suíça até o Hospital da Universidade de Grénoble, na França, onde ele está internado desde que sofreu um acidente de esqui, no dia 29 de dezembro passado.  Eles enfrentam jornadas de 10 horas no hospital a cada dia.

Nesses três meses, o alemão perdeu 25% do seu peso e agora tem apenas 55 quilos. Corina está reformando a casa para que ele esteja por perto da família ainda que nunca mais volte a se mover.

A família não terá dificuldades por causa dos gastos com a adaptação da mansão no Lago de Genebra. Ao longo de sua carreira, Schumacher amealhou uma fortuna de R$ 1,9 bilhão.

Além dos equipamentos, caso os médicos liberem Schumi para voltar para casa, ele terá acompanhamento de fisioterapeutas, enfermeiros, médicos, nutricionistas, todos trabalhando pela recuperação do alemão.


Fonte: esporte.uol e APNEN Nova Odessa

Nenhum comentário:

Postar um comentário