Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA e Secretário do DA-Diretório Acadêmico do curso de Economia-UFPE,CAA

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

É o meu maior projeto de comissão de frente', diz coreógrafo da Ilha

Para emocionar o público e tentar conquistar todas as notas 10 dos jurados, o coreógrafo da comissão de frente da Ilha do Governador, Patrick Carvalho, trouxe oito cadeirantes para se juntarem a outros sete bailarinos na noite deste domingo (7). Ele considera o desfile deste ano o maior projeto de sua carreira.

"Esse é o meu maior projeto de comissão de frente. É uma comissão que vai emocionar o carnaval. Ao invés de buscar trabalho de fora do Brasil, a gente optou por um trabalho brasileiro", disse Patrick.
O coreógrafo revelou ainda que esse foi um trabalho de superação e que foi muito difícil achar os cadeirantes. Dos oito, seis são paratletas de rugby.

"A gente ensaiava das 20h à 0h, de segunda a quinta-feira. Foi muito difícil porque eu estou acostumado a ensaiar de meia-noite até 6h, mas com eles a família fica preocupada, ligando", explicou.
A menos de uma hora para entrar na avenida, Patrick não escondeu a emoção. "Entro na avenida muito feliz de chegar aqui com esse trabalho. Por alguns segundos passou um medo, insegurança. É muita emoção. Só de chegar aqui já é uma vitória", disse Patrick.

Patrick brinca ainda que não foi fácil para ele conseguir controlar os novos integrantes. "Eles deram muito pitaco na coreografia", disse o coreógrafo. Um dos integrantes é conhecido como Colino. O atleta paralímpico tem 47 anos e está estreando em uma comissão de frente. "Isso é maravilhoso! É muita emoção", comemorou.
Fonte-G1 ASSISTA VÍDEO

Nenhum comentário:

Postar um comentário