Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA e Secretário do DA-Diretório Acadêmico do curso de Economia-UFPE,CAA

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Panorama – Os idosos merecem ser tratados de maneira digna nos hospitais

Recentemente estive em algumas unidades de saúde aqui de Caruaru. Devido a uma dessas arboviroses, tive que recorrer a hospitais e a situação não foi fácil. Mas o que chamou atenção mesmo foi a quantidade de idosos sofrendo por causa de Dengue, Ziza e principalmente a Cihikungunya. As expressões de dor, família desesperadas e amigos na busca por uma solução.

Mas os nossos idosos merecem respeito. Não apenas pela Lei, que dá esse direito, mas por uma questão de humanização, tão cobrada de médicos, mas que se espalhou nos demais setores dos hospitais nas redes públicas e privadas. O primeiro problema começa na recepção dos hospitais.

 A burocracia de fazer a ficha de atendimento. Existe até senha para esperar a senha… Isso mesmo.
Quando essa etapa poderia ser evitada com ações simples. Bastava criar uma sala de repouso para aliviar a situação dos idosos e a tal ficha ser feita lá, já que o atendimento deveria ser prioritário. Essa situação poderia aliviar a dor e tirar aquela sensação de inércia de recepções cheias e com idosos sofrendo de dor, misturado com pacientes de todas as idades, alguns nem sempre tão educados.
Nessas mesmas recepções estão as pessoas que lidam com o atendimento. Como seria bom que essas pessoas ficassem focadas no atendimento e evitasse conversas paralelas e as vezes gargalhadas desnecessárias, como se nada estivesse ocorrendo ao redor delas.

O comportamento de alguns, claro que não é de todos, acaba irritando ainda mais as pessoas que estão na longa espera pelo atendimento.
Por fim, algo precisa ser feito, mas situações concretas que sejam focadas nos idosos. Nas últimas semanas, as notícias de idosos morrendo se acumulam e sempre começa com alguma arbovirose, principalmente a Chikungunya, que deixa a imunidade baixa e as pessoas na boa idade acabam não resistindo. Estamos esperando ações eficazes das autoridades em saúde, os idosos estão esperando, afinal, após dedicar toda uma vida a sociedade, eles merecem a dignidade.

Fonte-Blog do Mário Flávio

Nenhum comentário:

Postar um comentário