Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA

quinta-feira, 31 de março de 2016

24 famosos brasileiros que falaram abertamente sobre sua saúde mental

Brasileiros estão sofrendo com doenças e transtornos mentais como ansiedade e depressão. E é mais comum do que você imagina.
Segundo recente pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) problemas de saúde mental têm alta incidência. Algumas cidades brasileiras têm taxas acima de 50%.
Os pesquisadores concluíram: é preciso discutirmos melhor o atendimento médico oferecido às pessoas que têm essas doenças. E políticas públicas precisam ser planejadas nesse sentido.
Neste sábado (10), o Dia Mundial da Saúde Mental, o Brasil Post te mostra casos de famosos brasileiros que têm ou já tiveram doenças e transtornos mentais.
São histórias de superação e exemplos de como a conversa sobre esse assunto precisa ser construtiva.


Paula Fernandes, cantora
A cantora comentou a depressão que teve quando adolescente:

"É um choro que não cessa, um sono e um apetite que não voltam. A fase mais difícil é a que você está ignorante sobre o que está sentindo. Acha que vai morrer e não sabe o que está acontecendo. Outra fase é a em que você começa a melhorar, mas não acredita nisso até tomar confiança".

(via G1)
 Jô Soares, apresentador de TV e escritor
Entrevistando a cantora Maria Rita, ele disse:

"Você não começou a ter TOC com a idade? Eu sim. Os quadros na minha casa têm que estar levemente tombados para a direita".

(via Extra)

Fernanda Lima, apresentadora de TV
Em entrevista ao jornal O Globo, a apresentadora disse que entrou em depressão por causa das fortes críticas que recebeu quando protagonizou a novela Bang Bang (2005-06), da TV Globo:

"Novela é uma pedrada. As pessoas não me perdoaram, foi porrada em cima de porrada. É difícil não entrar em depressão nessas horas. Eu me segurei muito na ioga, mas tive momentos de chorar no chão, deitada em posição fetal.
(via Quem)


Priscila Fantin, atriz
"A depressão parece um chamado que você não sabe de onde vem. Tem que dar uma parada e olhar para dentro, se permitir estar só com você, se fazer carinho. Eu tinha muito pouco produção de serotonina e trabalhava excessivamente. Embora eu ame trabalhar, o problema é que eu não tinha uma vida social ativa. Então me deu uma saudade de tudo: da família que sempre morou distante e das amigas que estavam em Belo Horizonte. Era falta de vivência, amores, cores e sabores."
 (via Uol)
 
 
Deborah Blando, atriz
A cantora comentou à revista Época sua experiência com depressão e síndrome do pânico:

"Passei sim por momentos difíceis. Hoje me cuido para que eles não se repitam. Sucesso não é sinônimo de saúde: esse sim é o nosso bem maior. Quero voltar aos poucos, com calma".

(via Época)

Nenhum comentário:

Postar um comentário