Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA e Secretário do DA-Diretório Acadêmico do curso de Economia-UFPE,CAA

sexta-feira, 8 de abril de 2016

STJ - Trabalho reconhecido

último dia 21 foi comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down. Em homenagem à data, o programa Semear Inclusão do STJ foi convidado a participar de sessão solene realizada pela Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) ocorrida no mesmo dia.  

O convite ocorreu devido à existência da Ação Síndrome de Down no STJ, que faz parte do programa Semear Inclusão, um acordo firmado com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais do Distrito Federal, por meio do contrato STJ 37/2015, para o exercício dos trabalhos de higienização e acondicionamento de acervos e auxiliar de serviços administrativos, realizados em parceria com a Secretaria de Documentação.

O servidor Wallace Gadelha Duarte, gestor substituto do Semear Inclusão, afirma que esse convite foi recebido com muita satisfação pela equipe do STJ. “Para nós, é um reconhecimento do trabalho que temos feito com os terceirizados com síndrome de Down”.

Atualmente, são 11 colaboradores com a síndrome que prestam serviço no tribunal. “Os resultados têm sido muito bons, isso devido à qualidade trabalho desenvolvido”, acrescentou Wallace.

A colaboradora terceirizada Clécia Alexandra  de Macedo compôs a mesa dos trabalhos na CLDF e comentou que é muito importante esse projeto do tribunal. “O STJ valoriza seus trabalhadores”, destacou. Clécia falou da oportunidade de integrar o grupo que compareceu ao órgão. “Fiquei muito satisfeita de participar da sessão solene, já que nunca havia ido à Câmara Legislativa”, comentou.

A homenagem na CLDF foi realizada pelo deputado Robério Negreiros. "A luta acontece a passos lentos. É preciso inserir o tema no centro do debate e das decisões", afirmou.

Saiba mais sobre o Programa Semear Inclusão.


Mais informações com o Centro de Estudos da Saúde pelo ramal 9806.

Fonte: Intranet STJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário