Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA e Secretário do DA-Diretório Acadêmico do curso de Economia-UFPE,CAA

terça-feira, 3 de maio de 2016

Estado abre seleção simplificada com 57 vagas de trabalho

Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança  e Juventude de Pernambuco vai abrir  seleção simplificada com 57 vagas para educadores sociais e técnicos e enfermagem. As oportunidades de trabalho são para o serviço de acolhimento institucional  no Grande Recife e em  Garanhuns, no Agreste.  As inscrições começam na quarta-feira (4) e vão até o dia 18 de maio.

 As informações sobre a seleção foram publicadas no Diário oficial de Pernambuco desta terça-feira (3). Para se inscrever, de forma gratuita, o candidato deve ir até a sede da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, na Avenida Cruz Cabugá, número 665, Santo Amaro, Recife, Pernambuco.
O iinterssado também pode enviar os documentos solicitados para o mesmo endereço, de segunda a sexta, das 9h às 16h. São solicitados os seguintes documentos: Identidade com foto, CPF, comprovante de residência, certificado comprovando ter votado nas últimas eleições, comprovante de experiência profissional na área da atuação, registro do conselho de classe, se houver, além de comprovante de escolaridade.
Do total de vagas de educador social, são 35 para o Grande Recife e as demais para Garanhuns. Há oportunidades para deficientes. Para o cargo de técnico de enfermagem, as vagas são todas para a Região Metropolitana, incluindo uma para deficiente.
O educador social  e o técnico em enfermagem ganharão R$ 925 por mês. A escala de trabalho é de plantão de 12 horas por 36 horas de folga. O contrato terá 24 meses, podendo ser renovado por iguais períodos, até seis anos.

Fonte-G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário