Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA

segunda-feira, 20 de junho de 2016

UFPE lança concurso para professor com 76 vagas

Oportunidades são para o Campus Recife e dois Centros Acadêmicos no Interior do Estado
 
A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) abriu concurso público para professor, com 76 vagas. As oportunidades são para o Campus Recife e os Centros Acadêmicos do Agreste (CAA), em Caruaru, e de Vitória (CAV).
O período de inscrição vai de 27 de junho a 26 de julho e o candidato deve se dirigir à diretoria dos centros que oferecem as vagas, de segunda a sexta-feira, em horário especificado no edital do concurso, disponível no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas e Qualidade de Vida (Progepe). A taxa é de R$ 215,99 e o valor deverá ser pago mediante Guia de Recolhimento da União (GRU), disponível também no site da Progepe. A lista de documentos exigidos para a inscrição está no edital do concurso.
Os vencimentos variam de R$ 2.173,85 a R$ 8.679,64, para as classes de professor auxiliar, assistente e adjunto, em regime de trabalho de 20 horas, 40 horas e dedicação exclusiva. No Campus Recife, são 56 vagas. O CAA, em Caruaru, oferece 14 postos. Já no Centro Acadêmico de Vitória são ofertadas seis vagas.
O processo seletivo será composto por prova escrita; prova didática e/ou didático-prática e/ou defesa de memorial; e julgamento de títulos. As provas serão realizadas no prazo de até 120 dias a contar da data de encerramento das inscrições, em local, datas e horários previstos no cronograma do concurso, que será afixado na secretaria do departamento/núcleo que oferece as vagas e disponibilizado no site da Progepe com antecedência mínima de dez dias da data de seu início. 
A validade do certame será de um ano, contado a partir da data da publicação da homologação do resultado final no Diário Oficial da União (DOU), podendo ser prorrogado por igual período.

Fonte-Folha de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário