Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA e Secretário do DA-Diretório Acadêmico do curso de Economia-UFPE,CAA

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Improviso e recorde brasileiro: veja os passos de Jeohsah até a Paralimpíada

No próximo dia 7 de setembro começam os Jogos Paralímpicos Rio 2016 e, entre os 278 atletas brasileiros que vão em busca do pódio, está um pernambucano de apenas de 16 anos. Jeohsah dos Santos Bezerra, de Pesqueira, Agreste do Estado, vai representar o Brasil na prova de salto em altura (classe T44), com uma trajetória muito curta nessa modalidade, o que o deixou totalmente surpreso quando foi convocado.

 Tudo começou no ano passado, quando o atleta - que sempre competia em salto em distância e lançamento de dardo - pediu para sua técnica, Glébia Galvão, para sentir o gostinho o salto em altura e não parou mais. Quando começou no novo esporte, o jovem precisou aprimorar seu desempenho em uma área na convencional: numa piscina. Isso porque não havia colchão para ele treinar, e a treinadora não hesitou e ao jeitinho brasileiro logo arrumou a solução de treinar em uma piscina. 

- Quando ele chegou pra mim me pedindo pra treinar o salto em altura, eu até então não tinha treinado ninguém nessa prova, aí falei "vamos tentar" e faltava uma semana para competição. Então fomos pra piscina que trabalho, amarrei uma corda em duas cadeiras e tentei ensinar pra ele a técnica certa. Treinamos apenas dois dias terça e quinta, no domingo foi a competição e quando vi ele fazendo a prova vi que ele tinha jeito. Quando soubemos que ela bateu o recorde brasileiro, aí comecei a estudar tudo sobre a Prova de Salto em Altura. Daí foi competindo e melhorando sempre sua marca. Tomando gosto pelo esporte, Jeohsah começou a competir e surpreender a todos. Logo foi conquistando bons resultados, chegando a conseguir bater o recorde brasileiro.

+ Clique aqui e confira a convocação completa do Brasil para a Paralimpíada do Rio
+ Saiba como é a avaliação de atletas paralímpicos e entenda nomenclaturas
+ Tempo Real: confira a cobertura diária da Paralimpíada


Jeohsah e Glébia durante treino visando a Paralimpíada Rio 2016 (Foto: Jeosah Santos / Arquivo Pessoal)

Jeohsah dos Santos já acumula algumas conquistas e competições no pouco tempo de carreira. O paratleta pesqueirense conseguiu 1m65 na Etapa Norte/Nordeste, no Recife; 1m71 no Open Internacional de Atletismo Paralímpico, no Rio de Janeiro, e 1m74 na Primeira Etapa Nacional, São Paulo. A conquista do recorde brasileiro foi conquistada na Segunda Etapa Nacional, também na capital paulista. Empolgado, ele falou sobre a expectativa de participar da competição na Cidade Maravilhosa.
- Minha expectativa para essa competição é que venha ser um grande aprendizado para mim e para minha técnica. Que eu possa fazer o meu melhor e obter bons resultados para aumentar minha marca, pois esse é o meu foco, sempre aumentar minha marca e ser a melhor versão de mim mesmo.
Na Paralimpíada Rio 2016, Jeohsah vai competir no dia 12 de setembro nas provas que ocorrem entre 17h30 e 20h30, e o GloboEsporte.com estará de olho no desempenho do pernambucano.

Fonte-G1
 Por Pesqueira, PE
Assista vídeo http://globoesporte.globo.com/pe/caruaru-regiao/paralimpiadas/noticia/2016/09/improviso-e-recorde-brasileiro-veja-os-passos-de-jeohsah-ate-paralimpiada.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário