Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA e Secretário do DA-Diretório Acadêmico do curso de Economia-UFPE,CAA

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

UFPE realizará concurso com 63 vagas para técnicos em educação

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) vai realizar concurso público com 63 vagas para diversos cargos de técnico administrativo em educação, nas classes C (nível fundamental), D (nível médio/técnico) e E (nível superior). Há vagas para o Recife, Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, e Caruaru, no Agreste. As inscrições ocorrerão entre 20 de setembro e 10 de outubro, exclusivamente no site da Covest.

 No campus do Recife, há 57 vagas para vários cargos. São oito oportunidades na Classe C, seis delas para ampla concorrência, uma para pessoas com deficiência e uma para negros. Para a Classe D, há  24 vagas. Na Classe E, a instituição oferece  25 chances. As formações exigidas dependem dos cargos.
No Centro Acadêmico de Vitória de Santo Antão (CAV), são ofertadas quatro vagas. Segundo a UFPE, há uma oportunidade para cargo da classe C e três para cargos da classe E, com formações variadas.
Para o Centro Acadêmico do Agreste (CAA), em Caruaru, há duas vagas, sendo uma para cargo da classe D e uma para cargo da classe E. A remuneração inicial é de R$ 1.834,69 (classe C), R$ 2.294,81 (classe D) e R$ 3.868,21 (classe E).

Taxas
A taxa de inscrição custa R$ 55 para os cargos pertencentes aos níveis de classificação C e D, e de R$ 100 para os cargos de nível de classificação E. O pagamento deve ser feito exclusivamente no Banco do Brasil, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU), até o dia 11 de outubro.
A isenção da taxa de inscrição será concedida aos candidatos que comprovarem insuficiência de recursos. Para conseguir o direito de não pagar, o interessado deve requerer o benefício, de 20 a 22 de setembro, no site da Covest.


A divulgação do resultado final do julgamento dos pedidos de isenção de taxa será realizada, até o dia 4 de outubro, com a publicação da relação nominal dos beneficiados também no site.
Provas
Todos os candidatos farão prova escrita no dia 11 de dezembro, no Recife, em Caruaru ou em Vitória de Santo Antão. A depender do cargo, haverá prova prática/operacional, que será aplicada, de 4 a 12 de fevereiro de 2017, apenas no Recife.
O concurso terá validade de um ano, a contar da publicação da homologação do resultado no Diário Oficial da União (DOU), podendo ser prorrogado por igual período, a critério da UFPE.

Fonte-G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário