Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Com deficiência rara, estudante de Direito busca ajuda na tecnologia para estudar.

A brasiliense Maria Eduarda de Mendonça tem 24 anos e uma rotina agitada: cursa o nono período de Direito e sonha se tornar promotora ou procuradora. Mas, para alcançar esse objetivo, ela enfrenta muitas barreiras. Duda nasceu com uma deficiência e tem dificuldade de enxergar e de se locomover. Com a transformação digital, ela conquistou independência para estudar e dedicar mais horas do dia ao seu sonho. 

Duda participou do quadro “Missão Digital de Magazine Luiza”. Ela recebeu a visita do empreendedor social de tecnologia Rodrigo Baggio na casa onde mora com a família, em Brasília. Acompanhando de perto a rotina, Baggio apresentou à estudante diversos aplicativos e soluções digitais. Quer ver o que mudou na vida da Duda?

O novo notebook agora é também apostila de estudos: ela passou a usar o site Jurisway, que oferece mais de 5 mil videoaulas. Para escutar as aulas, Duda utiliza o Voice Over, leitor de tela. No smartphone, a estudante instalou diversos aplicativos para facilitar a rotina: o Movie Reading, que serve para ela escutar filmes; o Be My Eyes, uma rede social de voluntários que ajudam pessoas com deficiência visual, e o Vade Mecum Audio, com aulas na área de direito. Ah, ela também tem agora um app que faz a leitura de dinheiro.

As soluções digitais permitem que Duda possa estudar em várias horas do dia, já que ela não depende mais da mãe, Maria Elza, para ler os livros. “É incrível. Muitas soluções eu até conhecia, mas não tinha o acesso ainda. Vou poder ter a minha liberdade de acordar de noite, se eu quiser, e estudar sozinha durante o dia”, comemora. Além disso, Duda ganhou também um tablet, dois fones, um fone bluetooth e uma caixa de som bluetooth. 


Praticidade na rotina da casa

A família da Duda também recebeu prêmios que vão facilitar e muito o dia a dia na casa. Com as novas máquinas de lavar louça e de lavar roupa, a Maria Elza vai poder ter mais tempo para se dedicar à filha quando ela precisar de ajuda. E o robô aspirador também auxilia na hora da limpeza: ele consegue ficar aspirando o chão sem que qualquer pessoa precise estar por perto. 

Além disso, a família ganhou também uma SmarTV para os momentos de descontração, uma geladeira, um micro-ondas, uma panela de pressão elétrica, um multiprocessador e uma máquina de cupcakes.


Quer conhecer mais sobre a Duda? Clique aqui.

Fontes-Fonte GShow e Cantinho dos Cadeirantes

Nenhum comentário:

Postar um comentário