Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA

terça-feira, 11 de julho de 2017

Acadêmico de Edução Física, com paralisia cerebral apresenta TCC

O estudante de Educação Física da Unisul Campus Grande Florianópolis – Pedra Branca, Augusto Delfino, chegou à Unisul nesta manhã de quarta-feira, 28/06, com um objetivo bem definido, apresentar o seu trabalho de conclusão de curso –TCC, resultado de pesquisa dos seus cinco anos de curso. Augusto chegou bem antes da hora da apresentação para deixar tudo bem preparado para o momento mais emocionante de sua vida. Com ele, vieram também seus pais, Rute e Marcos Antonio, companheiros inseparáveis e os maiores incentivadores do acadêmico.
Esta seria uma história quase igual a de todos os acadêmico às vésperas de apresentar o seu TCC, se não fosse por um detalhe. Augusto é portador de paralisia cerebral, um fator que poderia ser limitante, mas não no caso dele, que não o impediu de realizar o seu grande sonho de cursar Bacharelado em Educação Física. O acadêmico assistiu todas as aulas, das teóricas, às práticas, inclusive as que incluíam os esportes radicais, sempre com auxílio da família e profissionais especializados.
A apresentação ocorreu no auditório da Unisul, com auxilio de um computador e tecnologia adaptada para áudio, pois o aluno não fala. O local ficou lotado de amigos e professores, que foram peças fundamentais para que Augusto conseguisse alcançar seu objetivo. O tema do seu TCC foi sobre Qualidade dos Serviços prestados no Estádio da Ressacada e recebeu a nota 8,5. O trabalho foi orientado pelo professor Rafael Andreis e teve como banca a professora Maria Leticia Knorr, Coordenadora do Curso de Educação Física, e a professora Fabiana Figueiredo.
A colação de grau ocorrerá no dia 16 de setembro deste ano e Augusto Delfino aos 24 anos se tornará o primeiro paralisado cerebral a colar grau em Bacharelado em Educação Física do Brasil.
Para a coordenadora do curso Educação Física da Unisul, Campus Grande Florianópolis – Pedra Branca, Maria Leticia Knorr, esta é uma grande conquista e que proporciona muito orgulho em todos que acompanharam o dia a dia de Augusto dentro da Unisul. “Foi um desafio para todo o grupo docente e os colaboradores que trabalham com a Acessibilidade na universidade e que adaptaram todos os processos de modo a receber e formar com qualidade o acadêmico. Não somente nos orgulha, mas representa uma alegria muito grande poder fazer parte desta caminhada de tantos desafios e ensinamentos”.
A mãe do acadêmico, Rute Delfino, conta que desde pequeno, Augusto sempre foi apaixonado por esporte, e que assistia todos os programas de televisão sobre qualquer atividade esportiva, mas principalmente futebol e os jogos do Avai. “O Augusto sempre teve o sonho de trabalhar com futebol, mas foi a determinação dele que fez com que chegasse até aqui”, conta.
Fonte-www.deoolhonailha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário