Quem sou eu

Minha foto
Um ser humano simples com defeitos, virtudes e que a cada dia procura viver de uma forma mais coerente possível para ser feliz. Sou cadeirante desde 1977 devido a poliomielite (Paralisia infantil), blogueiro, ex Locutor do telemensagem Shalom,Palestrante, presidente da A.D.C.C.-ASSOCIAÇÃO DOS CADEIRANTES DE CARUARU, Ex bailarino,ex secretário e conselheiro do COMUD- Conselho municipal de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, ESTUDANTE DE ECONOMIA NA UFPE CAA(Passei a emoção é inexplicável)! Primeiro cadeirante aprovado e sem cota em ampla concorrência. Membro do NACE-Núcleo de Acessibilidade da UFPE-CAA. Estudante em pesquisa de extensão em Direitos Humanos-UFPE CAA e Secretário do DA-Diretório Acadêmico do curso de Economia-UFPE,CAA

sábado, 19 de novembro de 2016

Concurso oferece salário de R$ 27 mil

O Tribunal Regional Federal do Estado do Rio de Janeiro (TRF/2ª Região) está com oportunidades para quem quer ser juiz. São 50 vagas para o cargo de Juiz Federal Substituto da 2ª região. O salário inicial é de R$ 27.500,17. As inscrições, que custam R$ 240, ficam abertas entre 16 de janeiro de 2017 às 13h e 14 de fevereiro de 2017, até as 14h. A seleção é composta por cinco etapas. Nelas estão incluídas prova objetiva, provas discursivas, provas práticas, investigação social, exame de saúde física e mental, teste psicotécnico, prova oral e avaliação de títulos. As provas vão ser aplicadas em diversas cidades. Os locais ainda vão ser divulgados pela banca.

Para se inscrever, é necessário ter cidadania brasileira ou portuguesa, estar em dia com as obrigações eleitorais e militares, e ser bacharel em Direito há ao meos três anos. Também é necessário ter experiência de três anos com atividade jurídica, não ter antecedentes criminais e não estar sendo processado por práticas inadequadas no exercício da profissão. Cinco por cento das vagas são reservadas a candidatos com deficiência e 20% são reservadas a candidatos negros. É possível conferir o edital no site do TRF da 2ª Região.

A Prova
A 1ª etapa é uma prova objetiva composta por cem questões de múltipla escolha. Ela será aplicada, provavelmente, em 23 de março de 2017. A duração da primeira fase é de cinco horas. Ela é dividida em três blocos. O Bloco 1 é composto por 35 questões sobre Direito Constitucional, Direito Previdenciário, Direito Penal, Direito Processual Penal e Direito Econômico e de Proteção ao Consumidor. O Bloco 2, que também tem 35 questões, abrange Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Empresarial e Direito Financeiro e Tributário. O último e terceiro bloco terá 30 questões de Direito Administrativo, Direito Ambiental e Direito Internacional Público e Privado.

A 2ª etapa é uma prova discursiva composta por uma dissertação, seis questões discursivas, uma prova prática de sentença cível e uma prova prática de sentença criminal. A aplicação deve ser entre 26 e 28 de maio de 2017.

A terceira etapa é composta por uma investigação social da vida do candidato, um exame de sanidade física e mental, e um exame psicotécnico. A quarta etapa é uma prova oral com os mesmos temas dos blocos da primeira etapa. E a quinta e última etapa é a prova de avaliação de títulos. As quatro primeiras etapas têm caráter eliminatório e a quinta etapa é apenas classificatória.
Fonte-Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário